Mundo dos Acompanhantes

Sexo é uma delícia, mas nem todo mundo faz. Vamos combinar, né?  

Por lidar muito com o tema virei psicóloga dos amigos, homem, a maioria. Certo dia um deles me confessou não fazer sexo com tanta freqüência quanto gostaria. Ele é um rapaz jovem, bonito, sedutor, inteligente, na flor da idade e sem nenhum problema de disfunção erétil.  Tantas qualidades o que havia de errado, então? As mulheres, respondeu. Na hora pensei em aflorar meu discurso feminista, no entanto,  tinha, realmente, que concordar com ele. As mulheres de hoje são o grande problema da relação, do romance, do caso, do tico tico no fubá.

Disse meu amigo: “As mulheres estão se masculinizando e os homens perdendo o tesão”. Talvez, isso explique o maior número de homossexuais, embora não tenha visto nenhum estudo empírico ou científico que comprove. Talvez,  isso explique o fato de envelhecermos mais rápido, já que pesquisas apontam o rejuvenescimento em sete anos para quem transa todo dia.

Uma pesquisa nacional realizada em 2002/2003 sobre a vida sexual do brasileiro, patrocinada pela Pfizer e coordenada pela Dra. Carmita Abdo, do Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas de São Paulo, revela que na média o brasileiro faz sexo três vezes por semana. Muito pouco, não?

Como era de se esperar, o estudo confirmou que a maioria dos homens tem vontade de fazer sexo com mais freqüência do que as mulheres. Mas a realidade tem mudado. Outro dia recebo mensagem de uma amiga dizendo:

– Estou subindo pelas paredes. Vou dar uma hoje de qualquer jeito.

Mas ela não tinha namorado, então com quem poderia ser? Ah, já sei com o seu melhor amigo, o vibrador.  Não. Não era. A minha amiga queria mesmo tocar em músculos, sentir o falo quente penetrar e explodir em prazer num corpo suado e pegajoso. Conseguiu. Sexo sem compromisso. Virou o homem da relação. Avançamos, mas limite é bem vindo também no romance. Mulheres, sejam mocinhas elegantes para que a rotina do sexo seja restabelecida para ambos. Com sexo ficamos mais felizes, sorridente, produtivos, com pele boa. Já pensou um mundo cheio de bem humorados?

Afinal, o bom da vida é amar, transar e gozar. Vamos fazer mais sexo!

Deixe um comentário

Em caso de PÂNICO clique aqui! Aperte Esc para fechar